Creche Casa de Magalhães

Ponte de Lima | Portugal

A CRECHE CASA DE MAGALHÃES LOCALIZA-SE NAS PROXIMIDADES DO LAR CASA DE MAGALHÃES, PARTILHANDO COM ESTE ALGUMAS FUNCIONALIDADES (ACESSO PÚBLICO, ESTACIONAMENTO E ALGUNS SERVIÇOS). PARTINDO DE UMA DESLOCAÇÃO DO VOLUME BASE QUE É SUBTRAÍDO AO EDIFÍCIO DO LAR, E QUE DÁ ORIGEM AO SEU PÁTIO INTERNO, CRIA-SE O NOVO EDIFÍCIO PARA AS CRIANÇAS. AINDA QUE AMBOS OS EDIFÍCIOS ASSUMAM LINGUAGENS CLARAMENTE DISTINTAS, HÁ UM ADN COMUM, UMA PARTILHA DA MESMA “PELE”, QUE SE TRADUZ NA TRANVERSALIDADE DE ALGUNS PRINCÍPIOS: PRIVACIDADE, SEGURANÇA, INTIMIDADE E CONFORTO.

A VOLUMETRIA INICIAL DO CONJUNTO REMETE-NOS PARA O PROCESSO CICLÍCO DA PRÓPRIA VIDA, É UMA METÁFORA DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO; DO PEQUENO PARA O GRANDE, DO SIMPLES PARA O COMPLEXO.

THE ‘CASA DE MAGALHÃES NURSERY SCHOOL’ IS LOCATED NEAR THE ‘CASA DE MAGALHÃES HOME FOR THE ELDERLY’, SHARING SOME FUNCTIONALITIES LIKE PUBLIC ACCESS, PARKING AND A FEW SERVICES. THE NURSERY SCHOOL BUILDING ARISES FROM A VOLUME DISPLACEMENT THAT IS SUBTRACTED FROM THE HOME FOR THE ELDERLY BASE BUILDING, ALLOWING THE CREATION OF A COURTYARD AND, AT THE SAME TIME, THE NEW BUILDING FOR THE CHILDREN. ALTHOUGH BOTH BUILDINGS TAKE DIFFERENT LANGUAGES, THEY SHARE THE SAME DNA, THE SAME “SKIN”, WHICH RESULTS IN SOME COMMON PRINCIPLES LIKE PRIVACY, SECURITY, INTIMACY AND COMFORT.

THE INITIAL VOLUMETRY OF THE SET BRINGS US TO THE CYCLIC PROCESS OF LIFE ITSELF, AS A METAPHOR OF THE AGING PROCESS; FROM SMALL TO BIG, FROM SIMPLE TO COMPLEX.