MENU

CONTACTO

SEARCH

PROJECTOS

_

EM CURSO

TODOS

SOBRE CA

_

ATELIER

EQUIPA

CA DENTRO

_

LOJA

SEARCH

MORADA

_

ca@carvalhoaraujo.com

Largo de Santa Cruz, 506, 1 Andar 

4700-322, Braga Portugal
253 283 580

PRESS

_

dc@carvalhoaraujo.com


- Publicar algum projeto ou assunto sobre o atelier.
- Obter informações sobre os projetos para fins académicos, ou organizar visitas de estudo.
- Solicitar a participação do atelier em conferências ou outro tipo de eventos.

PROJETOS

_

jca@carvalhoaraujo.com

- Saber o que fazemos e como trabalhamos.
- Como encomendar um projeto.
- Propor alguma parceria ou investimento.

CANDIDATURAS

_

jobs@carvalhoaraujo.com

- Envio de candidaturas para estágios, emprego e colaborações.

SEARCH

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

CASAS

ESTADO

Concluído

EQUIPA

Carvalho Araújo

Joel Moniz

Ana Vilar

Francisco Vacas

Hugo Melo

Pedro Mendes

Ricardo Tojal

Sandra Ferreira

Casa S
Braga, Portugal

CASAS

Estado

Concluído

DESIGN TEAM

Carvalho Araújo

Joel Moniz

Ana Vilar

Francisco Vacas

Hugo Melo

Pedro Mendes

Ricardo Tojal

Sandra Ferreira

A Casa S localiza-se num quarteirão do centro histórico de Braga, o que condicionou a priori a intervenção em termos de volumetria e tratamento de fachada, mas também ao nível da escolha dos materiais. É uma casa composta por três pisos e um pequeno sótão, com um conjunto de acessos que asseguram a ligação entre as áreas comuns dos diferentes pisos. De tipologia unifamiliar, a habitação destinava-se a um uso polivalente: espaços diferentes para pessoas diferentes. O bloco em betão aparente que alberga a escada e o elevador assumiu protagonismo, criando uma solução estrutural e funcional e salvaguardando, ao mesmo tempo, eventuais questões de acessibilidade para pessoas com mobilidade condicionada. Como resultado: uma tensão entre o perímetro delicado da parede existente (com as suas janelas altas e carpintarias cuidadas) e o bloco central em betão, bruto e imponente. O teto alto exponenciou este efeito, transmitindo a sensação de um espaço que aparentemente se contrai. Na fachada posterior, uma rutura na continuidade do quarteirão permitiu o surgimento de um pátio, revelando pelo exterior a estratégia de intervenção. O volume em betão foi exposto, deformando-se para que pudesse preencher esse espaço e suporta, no último piso, um pequeno escritório sobranceiro ao pátio e à piscina em varanda do primeiro piso. 

CARVALHO ARAÚJO